sábado, 17 de janeiro de 2009

PAIXÃO

(Manuel Antonio Graça Paixão,12/2/1931,Beja)
Defesa-esquerdo / Central

 
48/49-Despertar Beja--Regi.
49/50-Desportivo Beja-II
50/51-Desportivo Beja-II
51/52-Desportivo Beja-II
52/53-Lusitano Évora--I
53/54-Lusitano Évora--I
54/55-Lusitano Évora--I
55/56-Lusitano Évora--I
56/57-Lusitano Évora-
-I
57/58-Lusitano Évora--I
58/59-Lusitano Évora--I
59/60-Lusitano Évora--I

60/61-Lusitano Évora--I
61/62-Lusitano Évora--I
62/63-Lusitano Évora--
I
63/64-Lusitano Évora--I
64/65-Lusitano Évora--I
65/66-Lusitano Évora--I
66/67-
União Montemor--III













































Nascido em Beja e começando a sua carreira em 
clubes da sua terra natal (Despertar e Desportivo,
Paixão tornou-se em um dos melhores defesas da 
história do Lusitano de Évora,tendo feito parte 
do histórico período em que o clube alentejano
esteve na 1ª Divisão.Paixão foi mesmo dos poucos
jogadores que se manteve no clube durante todas
as 14 épocas que os eborenses competiram com os
grandes do nosso futebol na principal divisão.
Ao todo foram 251 jogos (só no campeonato),
marcando 5 golos. 
Paixão só saiu do Lusitano quando o clube desceu
á 2ª Divisão em 1966/67,transferindo-se para
o União de Montemor onde terminou a carreira
aos 36 anos.






 
Paixão,em cima,á direita,no Lusitano em 1960/61


Paixão,o 5º em cima,da esquerda,no Lusitano de Évora
em 1958/59
Ficha de Paixão em 1955



Paixão,o 1º da direita,em cima,no União de Montemor,
já no final da carreira

1 comentário:

ODEMIRA FOREVER disse...

Dessas equipas do Lusitano faltam o Falé e o GRANDE JOSÉ PEDRO
Bom trabalho