sábado, 17 de janeiro de 2009

CAPELA

(Rui José Capela Batista, 6/5/69, Beja)
Médio

78/79-Zona Azul Beja----escol.
79/80-G.D.Castelo Beja--inf.
80/81-G.D.Castelo Beja--inf.
81/82-Desportivo 
Beja---ini.
82/83-Desportivo Beja---ini.
83/84-Desportivo Beja---juv.
84/85-Desportivo Beja---juv.
85/86-Torralta----------jun.

86/87-Farense-----------jun.
87/88-Farense-----------I
88/89-Quarteirense------III
89/90-Quarteirense------III
90/91-União Tomar-------II B
91/92-Moura A.C.--------III
92/93-Esperança Lagos---II B
93/94-Esperança Lagos---II B
94/95-Praiense Aço
res---II B
95/96-Imortal-----------III
96/97-Imortal-----------II B
97/98-Ourique-----------III
98/99-G.D.Lagoa---------III
99/00-G.D.Lag
oa---------III
00/01-G.D.Lagoa---------Dist.






















































Capela foi um jogador alentejano talentoso,médio de 
ataque, que fez a formação em clubes com tradição 
nos escalões jovens como foram a Zona Azul,o 
Desportivo de Beja e o Torralta.
Foi diversas vezes convocado para as seleções de
juniores e juniores B,tendo sido 3 vezes
internacional por esta ultima categoria.
Da carreira enquanto sénior destaca-se a estreia

nos séniores,ainda com idade de júnior,no Torralta
em 85/86,a presença na 1ª Divisão com o Farense
(embora efectuando poucos jogos devido a lesão grave 
que viria a condicionar o resto da estadia em Faro 
apesar do bom trabalho de recuperação que fez com 
Radisic),uma subida inédita com o Quarteirense á 
2ªDivisão em 89/90 e também a subida com o Imortal 
á Divisão secundária em 95/96.
Capela Terminaria a carr
eira ao serviço do Lagoa
e voltaria a Quarteira on
de começaria a carreira
de Técnico.





Capela,o 2º em baixo,da direita,na selecção de juvenis





Nos juvenis do Desportivo de Beja ao lado do defesa Quim
No Farense ao lado do defesa Mariano



















Capela no Quarteirense
Capela no Imortal























1 comentário:

Anónimo disse...

É sempre de louvar como grande atleta que foi não se esquecer do grande e generoso clube de rua que foi o G. D. Castelo, pois para termos equipamentos e formar o clube tínhamos que ir apanhar papelão e vender para comprar os equipamentos e inscrições ,pois mesmo passando por grandes clubes não se esqueceu de referenciar com a humildade que sempre o caracterizou de grande jogador e grande homem que é