terça-feira, 31 de maio de 2011

CARLOS ALBERTO

(Carlos Alberto Magina Pacheco,9/2/1962, Alvor-Portimão)
Médio
78/79-Torralta-------------juv.
79/80-Torralta-------------jun.
80/81-Alvorense--
----------III
81/82-Alvorense-
-----------III
82/83-Alvo
rense------------III
83/84-Alvorense------------III
84/85-Alvorense------------III
85/86-Alvorense------------Dist.
86/87-Alvorense------------III
87/88-Alvoren
se------------III
88/89-G.D.Lagoa------------Dist.
89/90-G.D.Lagoa------------Dist.
90/91-Alvorense------------III










































Jogador de meio-campo de forte presença
física,Carlos Alberto teve uma carreira
que terminou antes dos 30 anos mas com
vários momentos de destaque,como foram
os dois Campeonatos Distritais ganhos com
o Alvorense (em 1985/86)e G.D.Lagoa (em
1989/90).
No Alvorense,o clube da sua terra natal,
Carlos Alberto fez parte das melhores equipas 
do clube que disputaram a 3ª Divisão durante 
grande parte dos anos 80 com algumas 
surpreendentes classificações,como foi o 4º 
lugar (Série F) em  1983/84.





Carlos Alberto,o 2º em cima,da esquerda,Campeão
Distrital no Alvorense em 1985/86

Carlos Alberto,o 2º em cima,da direita,capitão de equipa
do Lagoa em 1989/90,Campeão Distrital.

Entrevista a Carlos Alberto em 89/90,
época em que se sagrou Bi-Campeão 
Distrital com o G.D.Lagoa.Antes,em  
85/86,já tinha conquistado o mesmo
 campeonato com o Alvorense.
















































segunda-feira, 30 de maio de 2011

VINAGRE

(Manuel Joaquim Vinagre,20/5/1930, Ponte de Sôr-Portalegre)
Avançado

47/48-Eléctrico Ponte Sõr--juv.
48/49-Eléctri
co Ponte Sõr--jun.

49/50-Eléctrico Ponte Sõr--II.
50/51-Eléctrico Ponte Sôr--III

51/52-Estoril--------------I
52/53-Estoril--------------I
53/54-Belenenses-----------I
54/55-Belenenses-----------I

55/56-Sporting Covilhã-----I
56/57-Sporting Covilhã-----I
57/58-Farense--------------II
58/59-Farense--------------II
59/60-Farense--------------II

60/61-
61/62-Farense--------------II
62/63-Farense--------------II
63/64-Silves---------------Dist.











































Vinagre deu nas vistas no clube da sua
terra natal,o Eléctrico de Ponte de Sôr,
ainda muito jovem,nas primeiras participações 
do clube do distrito de Portalegre nas 
Divisões nacionais.
Transferido para um clube da 1ªDivisão,
o Estoril-Praia,Vinagre jogaria duas
épocas no clube da Costa do Sol.
Passou depois para o Belenenses,onde,
mesmo não sendo um titular indiscutível,
foi Vice-Campeão nacional em 1954/55,numa
forte equipa "Azul" que fez frente aos
"grandes" de Lisboa,Benfica e Sporting.
Vinagre passou depois para o Sporting da
Covilhã,clube onde fez 2 boas épocas,
jogando 26 partidas e marcando 7 golos 
na Divisão maior do nosso futebol.
Em 1957/58 o avançado alentejano chega
ao Algarve para representar o Farense,
tendo ficado várias temporadas e
tornando-se num elemento importante no
ataque alvinegro,sempre na luta pela
subida á 1ª Divisão.
Vinagre jogou também em outro emblema
algarvio,o Silves F.C.,em 1963/64 no
Regional.





Vinagre,o 3º em baixo,da direita,no Belenenses 
em 1954/55,Vice-Campeão nacional. 

Vinagre,o 1º em baixo,da direita,com o Sporting da 
Covilhã na 1ª Divisão
Manuel Vinagre no Belenenses entre dois "históricos" 
azuis,José Maria Pellejero (á esquerda) 
e António Castela
Vinagre em destaque no Farense na sua primeira 
temporada em Faro,1957/58
Vinagre,o 2º em baixo,da esquerda,no Farense 
em 1957/58
Vinagre decisivo no "clássico" algarvio,Farense-
Portimonense,em 1961/62

CANO BRITO

(José Luis Gomes Cano Brito,5/10/1951,Baleizão-Beja)
Avançado / Defesa

65/66-Despertar Beja---juv.
66/67-Benfica----------juv.
67/68-Sporting---------juv.
68/69-Sporting---------jun.
69/70-S
porting---------jun.
70/71-Tramagal---------II
71/72-Académica--------I
72/73-Académica--------II
73/74-Académica--------I
74/75-Académica--------I
75/76-Oriental---------II
76/77-Desportivo Beja--III
77/78-Desportivo
Beja--III
78/79-Desporti
vo Beja--III
79/80-Desportivo Beja--II






































Cano Brito começou por jogar a avançado
nos juvenis do Despertar de Beja,tendo
rumado ao Benfica onde ficou uma época,
também atuando pela equipa juvenil.
Algo surpreendemente,Cano Brito passa
para o grande rival lisboeta dos
"encarnados",o Sporting,na época
seguinte,tendo cumprido o resto do
percurso das camadas jovens nos "leões"
chegando a "internacional" júnior.
Na primeira época sénior,Cano Brito
representou o Tramagal,e fez uma boa
temporada na 2ª Divisão,sendo contratado
pela Académica de Coimbra na época seguinte.
Pelos "estudantes" alinhou 4 épocas (3 na
1ª Divisão)tendo saido em 1975/76 para
o Oriental.
Finalizou a sua carreira de jogador
alinhando no Desportivo de Beja,fazendo
parte da equipa que subiu á 2ª Divisão
em 1978/79.








Cano Brito,o 3º da esquerda,na 3ª fila,no Desportivo de
Beja em 1978/79,subida á 2ª Divisão





Cano Brito,o 3º em baixo,da esquerda,nos juvenis
do Despertar de Beja em 1965/66
Cano Brito,o 3º em cima,da esquerda,na Académica
de Coimbra

Cano Brito,ao meio,em baixo,nos juvenis do Benfica
Cano Brito nos juniores do Sporting







































































 



























 
Excerto da Biografia de Cano Brito retirados do livro
"Glórias do Passado" de José Saúde


sexta-feira, 27 de maio de 2011

LECAS

(João Manuel Ferreira Pereira,22/10/1944,Portimão)
Avançado / Extremo / Defesa

61/62-Portimonense----------jun.
62/63-Portimonense----------jun.
63/64-Portimonense----------II
64/65-Portimonense----------II
65/66-Portimonense----------II
66/67-
União Tomar-----------II
67/68-União Tomar-----------II
68/69-União Tomar-----------I
69/70-Portimonense----------II
70/71-Portimonense----------II
71/72-Portimonense----------II
72/73-Portimonense----------II
73/74-Portimonense----------II
74/75-Portimonense----------II
75/76-Portimonense----------II
76/77-Portimonense----------I















































Lecas é um dos jogadores da história do
Portimonense mais populares e de mais
dedicação ao clube,com uma ligação que
começou nas equipas de júniores em inicíos
dos anos 60 e continuou como jogador
sénior e treinador nos anos 70,80 e 90.
Com um intervalo de 3 épocas,em que
representou o União de Tomar,entrando
também na história do clube nabantino,pois
fez parte da histórica equipa que subiu á
1ª Divisão em 1967/1968,Lecas fez toda a
sua carreira no Portimonense,fazendo parte
a tempo inteiro das boas equipas alvi-negras
que lutavam arduamente para subir á 1ªDivisão
em meados dos anos 70,o que veio a suceder na
histórica temporada de 1975/1976,quando o
Portimonense venceu o Campeonato da 2ªDivisão,
Zona Sul,com Lecas a ser dos mais utilizados,
com 36 jogos e marcando 2 golos.
Lecas,que começou a sua carreira a avançado,
revelou-se um jogador polivalente,acabando
por ser utilizado em várias posições,desde
médio a lateral,esquerdo ou direito,
aproveitando a sua raça,empenho e velocidade.
Lecas alinhou ainda uma ultima época,já no
primeiro escalão nacional,para depois terminar
a a carreira de jogador mas começou de imediato
a orientar as equipas jovens do Portimonense,
onde se sagrou várias vezes Campeão Distrital,
em juvenis e júniores.
Pelo meio,Lecas foi treinador também no G.D.
Lagoa e no Juventude Monchiquense e veio a
falecer em Maio de 2013.











Lecas,em baixo,ao centro,no Portimonense em 1963/1964



Lecas,em baixo,ao centro,no Portimonense em 
1965/1966
Lecas,o 2º em cima,da direita,no Portimonense
em 1975/1976


Lecas,o 3º em cima,da direita,na primeira subida do 
Portimonense á 1ª Divisão em 1975/1976, 
alinhou em 36 jogos e marcou 2 golos
Lecas,com o nº 8, jogando pelo União de Tomar 
durante o cumprimento do serviço militar obrigatório
Lecas,o 2º em baixo,da esquerda,no União de Tomar 
em 1968/69,15 jogos,1 golo, na 1ª Divisão


Lecas na lista dos melhores jogadores do Portimonense.
Recorte retirado do jornal "O Comercio de Portimão" de 1972/73

Lecas,o 1º em cima,da esquerda,treinador dos juniores 
do Portimonense em 1978/1979,Campeão Distrital
Lecas,o 4º em cima,da esquerda,treinador dos júniores do
Portimonense,Campeão Distrital em 1993/1994 

domingo, 15 de maio de 2011

HORTA

(Francisco Gregorio Oliveira Horta, 14/4/1949,Beja)
Avançado

62/63-Desportivo Beja----princip.
63/64-Desportivo Beja----juv.
64/65-Desportivo Beja----juv.
65/66-Desportivo Beja----jun.

66/67-Desportivo Beja----jun.
67/68-Desportivo Beja----III
68/69-
Desportivo Beja----III
69/70-Desportivo Beja----III
70/71-Desportivo Beja----III
71/72-Desportivo Beja----III
72/73-Desportivo Beja----III
73/74-Desportivo Beja----III
74/75-Desportivo Beja----III
75/76-Desportivo Beja----III
76/77-Desportivo Beja----III
77/78-Desportivo Beja----III
78/79-Desportivo Beja----III
79/80-Desportivo Beja----II
80/81-Desportivo Beja----II
81/82-Desportivo Beja----III
























































Horta é uma das figuras da história do 
Desportivo de Beja com mais anos ao serviço 
do clube,seja como jogador seja depois
como dirigente.
Forma 20 anos como jogador federado,15
no futebol sénior,estando em vários
momentos altos da história do Desportivo,
como foi o caso da subida á 2ª Divisão
em 1978/79.
Francisco Horta começou por jogar a defesa
mas foi a avançado que fez carreira,
alinhando no ataque ao lado de outros 
grandes nomes da história do Desportivo,
como Azumir,Mirobaldo,Jones ou Hilton.
Depois de terminar a carreira como jogador,
Horta ficou ligado ao Deportivo como
treinador e dirigente durante muitos mais
anos.











Horta,o 3º em baixo,da esquerda,no Desportivo de Beja
em 1967/68


Horta,o 4º da esquerda,na 3ª fila,no Desportivo de Beja

Horta,o 3º em cima,da direita,capitão do Desportivo
na subida á 2ª Divisão em 1978/79



















































Horta,o 3º da direita,em baixo,
no Desportivo em 1968/69






























Excerto da biografia de Horta retirada do
livro "Glórias do Passado" de José Saúde