quinta-feira, 27 de maio de 2010

JARUGA

(Manuel Antonio Pires Rodrigues, 8/5/37, São Brás de Alportel)
Avançado

54/55-Unidos Sambrazense--jun. 
55/56-Benfica-------------jun.
56/57-Unidos Sambrazense--III

57/58-Un
idos Sambrazense--III
58/59-Lusit.V.R.S.A.------III
59/60-Lusit.V.R.S.A.------II
60/61-Lusit.V.R.S.A.------II
61/62-Lusit.V.R.S.A.------II
62/63-Farense-------------II
63/64-Lusit.V.R.S.A.------II

64/65-Unidos Sambrazense--Dist.






 


















 














Um dos mais populares e conhecidos jogadores
dos anos 50 nascidos em São
Brás de Alportel,
o avançado Jaruga deu nas vistas ainda bastante
novo, ao ponto de ser levado para os juniores do
Benfica onde permaneceria apenas alguns meses.
De volta ao Algarve,Jaruga regressaria ao seu
F.C.Unidos Sambrazense,onde foi o seu melhor
elemento nos primeiros anos do clube na 3ª Divisão.
Nos renhidos duelos contra a outra equipa da Vila
algarvia,o Clube Desportivo de São Brás,Jaruga
viria a evidenciar-se marcando sempre golos em
todos os "derbys" que participou.
Ingressou depois num dos "grandes" da região,o
Lusitano de Vila de Santo António,onde passou
os melhores momentos da sua curta carreira.
Após curta passagem pelo Farense e de mais uma
época no Lusitano,Jaruga emigra para a Alemanha
onde somente jogaria futebol não federado em
campeonatos entre empresas.




Recorte retirado do "Jornal do Algarve"















Jaruga,o 2º em baixo,da esquerda,no Lusitano em 59/60





Jaruga,a esquerda na foto,no Lusitano em luta com os 
defesas do Mineiro Aljustrelense

quarta-feira, 19 de maio de 2010

MANUEL da SILVA

(Manuel Maria da Silva,14/3/15, Lagos)
Médio / Interior
33/34-Esp.Lagos-----Region.
34/35-Esp.Lagos-----Region.
35/36-Esp.Lagos-----Region.
36/37-Esp.Lagos-----Region.
37/38-Sporting------I
38/39-Sporting------I
39/40-Esp.Lagos-----Region.
40/41-Esp.Lagos-----Region.
41/42-Esp.Lagos------Region.
42/43-Esp.Lagos-----Region.
43/44-Esp.Lagos-----Region.
44/45-Esp.Lagos-----Region.
45/46-Esp.Lagos-----Region.
46/47-Esp.Lagos-----Region.













































Um dos primeiros algarvios a representar
um dos "grandes" do nosso futebol,neste
caso o Sporting,Manuel da Silva era tio de
Fernando Cabrita,tendo sido o grande
impulsionador da carreira do futuro jogador
do Olhanense e Sporting da Covilha,quando
este ainda era um jovem na sua cidade natal,
Lagos.Cabrita nunca se esqueceria de seu tio,
lembrando sempre que foi graças a ele que se
tornou jogador de futebol.
No Sporting,Manuel da Silva jogaria algumas
partidas no Campeonato de Lisboa(que conquistou
por 2 vezes)e alinharia na equipa de reservas.
De volta a Lagos,Manuel da Silva dedicar-se-ia
somente ao Esperança,sendo considerado um dos
seus melhores jogadores de todos os tempos.


Fernando Cabrita em entrevista referindo-se 
a Manuel da Silva 



























Manuel da Silva na WIKIPEDIA do SPORTING



terça-feira, 18 de maio de 2010

ASSUNÇÃO

(Francisco José de Ascenção,14/3/1914,Setúbal)
Guarda-redes

31/32-
32/33-
33/34-
Vitória Setúbal----Region.
34/35-Farense------------II
35/36-Farense------------II
36/37-Farense------------II
37/38-Farense------------II
38/39-Farense------------II
39/40-Farense------------II
40/41-Farense------------II
41/42-Farense------------II
42/43-Farense------------II
43/44-Farense------------II
44/45-Farense------------II
45/46-
46/47-
























 

















Guarda-redes nascido em Setúbal,e por
isso também chamado de "Chico Setúbal",
Francisco Ascenção(ficou conhecido por
Assunção)foi o guardi
ão titularíssimo
do Farense numa fase de grande pujança
do clube da capital do Algarve,entre
finais dos anos 30 e meados dos 40.
O "8º Exercito
",como a equipa ficou
conhecida nesses tempos,conquistou o
Campeonato Regional algarvio em 1935/36 

e 1937/38,e foi Campeão da 2ª Divisão 
Nacional em 1939/40.





Assunção,o 2º em cima,da direita,no Farense em 1937/38
Assunção,o 3º da esquerda,titular no Farense em 1943/44,
equipa treinada por Carlos Alves,em cima,á esquerda

quinta-feira, 13 de maio de 2010

CABRITA

(Fernando da Silva Cabrita,1/5/1923,Lagos)
Avançado / Médio

39/40-Esp.Lagos----------Region.
40/41-Esp.Lagos----------Region.
41/42-Esp.Lagos
----------Region.
42/43-Olhanense----------I
43/44-Olhanense----------I

44/45-Olhanense----------I
45/46-Olhanense----------I
46/47-Olhanense----------I
47/48-Olhanense----------I
48/49-Olhanense----------I
49/50-Olhanense----------I
50/51-Olhanense----------I
51/52-Angers-------------II(França)
52/53-Angers-------------II(França)
53/54-Sp.Covilhã---------I
54/55-Sp.Covilhã---------I
55/56-Sp.Covilhã---------I
56/57-Sp.Covilhã---------I
57/58-Sp.Covilhã---------II
58/59-Sp.Covil---------I
59/60-Portimonense-------II*
60/61-Portimonense-------
II








 





































*(Jogador/Treinador)




Cabrita no Olhanense




























Fernando Cabrita no Covilhã




























Rui Tovar recorda Fernando Cabrita e o Olhanense 
no "Correio da Manhã"
































































































































































 Recortes retirados da revista "Idolos do Desporto"




























LINK
para a carreira de treinador de
Fernando Cabrita






terça-feira, 11 de maio de 2010

segunda-feira, 10 de maio de 2010

ALEXANDRINO

(Alexandrino Pinho Sequeira, 7/1/35, Portimão)
Extremo-esquerdo

53/54-Portimonense-----jun.
54/55-Portimonense-----reserv.
55/56-Portimonense-----reserv.
56/57-Portimonense-----II
57/58-Portimonense-----II
58/59-Portimonense-----II
59/60-Portimonense-
----II
60/61-Portimonense-----II

61/62-Portimonense-----II
62/63-Portimonense-----II
63/64-Portimonense-----II
64/65-Portimonense-----II
65/66-Portimonense-----II
66/67-Portimonense-----II
67/68-Portimonense-----II
68/69-Portimonense-----II
69/70-Portimonense-----II








































Tido em Portimão como um dos melhores
jogadores da sua história,Alexandrino
foi um extremo-esquerdo
muito rápido e
de
técnica apurada que jogou toda a sua
longa carreira ao serviço
do clube da
sua cidade,o Portimonense.
Numa eliminatória da Taça de Portugal
contra o Benfica e
m 65/66,já com 31
anos,destacou-se tanto que fez com que
Otto Gloria
,treinador dos encarnados na 
época,desconhecendo Alexandrino,perguntasse
sobre aquele extremo cheio de vivacidade
e genica.

Em 1973 o Portimonense fez uma festa de
homenagem a Alexandrino que contou com a
presença do Olhanense.





Alexandrino,o 1º em baixo,da direita,em 56/57,no início da 
carreira no Portimonense


Alexandrino em destaque no Portimonense em 60/61







Recorte de 1973