domingo, 5 de abril de 2020

CRAVO

(Francisco José Aragão Baixinho Cravo,20/9/1949,Guimarães)
Médio / Defesa
68/69-Vigor da Mocidade   Dist.
69/70-Oliveira do Bairro  Dist.
-----------------------------*
77/78-Moura               Dist.
78/79-Moura               Dist.
79/80-Moura               Dist.
80/81-Moura               Dist.
81/82-Moura               Dist.
82/83-Moura               Dist.
83/84-Moura               Dist.
84/85-Moura               Dist.
85/86-Moura               III




































Francisco Cravo nasceu em Guimarães mas cedo
rumou a Moura onde passou parte da sua infância.
Cravo começou a jogar futebol federado apenas
aos 19 anos,no Vigor da Mocidade de Coimbra
quando frequentava a Universidade da cidade
do Mondego.
Cravo ainda representou o Oliveira do Bairro
na época de 1969/1970 mas devido á sua vida 
profissional teve que deixar o futebol a nível
federado durante vários anos.
Em 1977/1978 recomeça a jogar no Moura A.C.,
clube da cidade onde se radica,fazendo no
total 9 temporadas consecutivas no clube
alentejano onde se tornou numa referência.
Jogando no meio-campo ou na defesa,Cravo
foi o capitão da equipa histórica do Moura
que conquistou o Distrital de Beja em 1984/
1985 e retornou o clube aos campeonatos 
nacionais.
Depois de terminar a carreira de jogador,
Francisco Cravo ficou ligado ao Moura como
presidente da Assembleia Geral.







Retirado do site da União de Freguesias de Moura

Cravo,o 5º em cima,da esquerda,no Moura em finais
dos anos 70




Cravo,em cima,da direita,capitão no Moura Atlético Clube
Cravo,o 4º em cima,capitão do Moura nos anos 80

Cravo,titular e capitão do Moura em 1981/1982


Francisco Cravo,o 3º em cima,da direita,com a faixa 
de Campeão Distrital em 1984/1985













Cravo,o 2º em baixo,da direita,no Moura em 1984/1985,
Campeão Distrital

Cravo,em baixo,á esquerda,no Moura em 1985/1986









Francisco Cravo no Moura A.C. nos anos 2000

quinta-feira, 2 de abril de 2020

ROMÃO

(Luiz José Romão dos Santos,12/10/1934,Lagoa)
Avançado
54/55-Silves               III
55/56-Silves               III
56/57-Portimonense         II
57/58-Portimonense         II
58/59-Portimonense         II
59/60-Portimonense         II
60/61-Sacavenense          II
61/62-Sacavenense          II
62/63-Sacavenense          II
63/64-Sacavenense          II



































Romão nasceu em Lagoa mas nos anos 50 não
haviam clubes federados nessa vila algarvia
pelo que o jovem jogador começou por jogar
em grupos de futebol popular na sua terra
natal e só aos 20 anos foi inscrito como
federado no Silves F.C.,disputando o Regional
algarvio e a 3ªDivisão Nacional.
Duas épocas depois,Romão passa para o mais
ambicioso Portimonense que,em meados dos
anos 50 lutava arduamente para subir á 1ª
Divisão e contava com figuras históricas do
clube,como Alexandrino,José António,Arquimino,
Daniel e mais tarde,Cabrita e Caldeira
Pelo Portimonense,Romão fez 4 boas épocas,
jogando a avançado-centro,interior-direito ou
algumas vezes a extremo-direito,sendo quase 
sempre titular e marcando 2 golos em 1956/1957,
10 golos em 1957/1958,4 em 1958/1959 e 11 na
ultima época,1959/1960,antes de rumar ao
Sacavenense,onde continuou a ser um elemento
decisivo e importante durante várias épocas.








Romão,o 3º em cima,da direita,no Silves em 1954/1955


Romão,o 3º em baixo,da esquerda,no Portimonense
em 1956/1957


Romão,o 3º em baixo,da esquerda,no Portimonense
em 1957/1958






Romão,o 2º melhor marcador do Portimonense em
1957/1958















Romão em destaque no Portimonense em 1959/1960

Romão,o 2º em baixo,no Portimonense em 1959/1960









O jogo de estreia de Romão no Sacavenense em 1960/1961
Romão em destaque no Sacavenense em jogo da Taça
de Portugal contra a Académica na época de 1962/1963




























































































































quarta-feira, 1 de abril de 2020

SOARES

(Feliciano Soares,19/10/1950,Guiné-Bissau)
Avançado
68/69-Benfica Bissau  jun.(Guiné-Bissau)
69/70-Benfica Bissau  I(Guiné-Bissau)
70/71-Benfica Bissau  I(Guiné-Bissau)
71/72-Benfica Bissau  I(Guiné-Bissau)
72/73-O Elvas         III
73/74-O Elvas         III
74/75-O Elvas         III
75/76-O Elvas         III
76/77-Os Elvenses     III
77/78-Os Elvenses     III
78/79-Os Elvenses     Dist.
79/80-Os Elvenses     III







Soares chegou a Portugal em 1972,oriundo do
Benfica de Bissau e começou por ir treinar
ao Sporting e á C.U.F. do Barreiro mas
acabou por rumar ao Alentejo e inscrever-se
no O Elvas C.A.D.,clube que disputava a 3ª
Divisão na altura.
Soares acabou por tornar-se uma figura do
desporto na cidade porque além de ter jogado
nos "azuis e ouro" representou também,com
grande mérito,o rival local,o C.F. Os Elvenses.
No Elvas,Soares alinhou ao lado de "históricos"
do clube raiano,tais como Lomelino,Perdigão,
Cabral e Canhoto.
No Elvenses fez uma linha de ataque todo
oriundo de África,com Tito,Sadja e Djalma
que ficou na memória dos adeptos dos "Azuis"
de Elvas.
Jogador esquerdino,rápido e com bom remate,
Soares foi ainda Campeão Distrital nos Elvenses
em 1978/1979.
Soares,falecido em 2013,é pai de José Soares 
defesa internacional que representou o Benfica 
e Alverca entre outros,e de Adolfo Soares,
também defesa com carreira nas camadas jovens
do Benfica.









Soares titular no Elvas em 1972/1973

Soares titular no Elvas em 1974/1975

Soares,em baixo,á esquerda,no Elvas em 1975/1976

 
 Soares,o 2º em baixo,da direita,no C.F. Os Elvenses




 
Soares,autor de um golo ao serviço de Os Elvenses
em 1976/1977






















 
Soares,o 2º em baixo,da esquerda,nos Elvenses em
1976/1977

















 
Entrevista de José Soares referindo a 
carreira do pai Feliciano Soares


























 
 Notícia do falecimento de Soares em Agosto de 2013































quinta-feira, 12 de março de 2020

QUIM

(Joaquim Gamaliel Salgado Alves,8/1/1923,Mora)
Extremo-esquerdo / Avançado
41/42-Mora                Torn.Pop.
42/43-Mora                Torn.Pop.
43/44-Sport L.Elvas       *
44/45-Sport L.Elvas       II
45/46-Sport L.Elvas       I
46/47-
47/48-Vitória Setúbal     I
48/49-União Montemor      Dist.
49/50-União Montemor      II
50/51-União Montemor      II 
55/56-União Montemor      II
51/52-União Montemor      II
52/53-União Montemor      II
53/54-União Montemor      II
54/55-União Montemor      II
55/56-União Montemor      II
56/57-União Montemor      II 









































Quim foi um versátil avançado que começou por
jogar em grupos de futebol popular na sua terra
natal,a Vila de Mora no Alto Alentejo.
Em 1943/1944,Quim inscreve-se no Sport Lisboa
e Elvas mas o clube não participa nas competições
federadas,efetuando apenas jogos amigáveis ou
particulares.
Foi na época seguinte que Quim teve o seu
momento mais alto no S.L.E.,com a conquista do
Campeonato Regional de Portalegre e Campeonato da
2ª Divisão Nacional,permitindo assim a subida dos
"encarnados" de Elvas á 1ª Divisão.
Alinhando a extremo-esquerdo,Quim foi bastantes
vezes utilizado no escalão máximo na época seguinte
pelos elvenses.
Em 1947/1948,Quim aparece no Vitória de Setúbal
 ainda na 1ª Divisão,para na época seguinte
rumar a Montemor,onde ao serviço do União,fazer
10 temporadas de bom nível e ficar como um dos 
jogadores mais populares e de qualidade mais
reconhecida da história do G.U.S.
No União,Quim está na subida á 2ª Divisão,em 1948/
1949 e em várias boas classificações da equipa em 
toda a década de 50,ficando algumas vezes perto
da subida á 1ª Divisão.
Quim é pai do antigo médio,também conhecido por
Quim,que fez carreira igualmente no União de
Montemor nos anos 70 e 80.











Quim,em baixo,á direita,no Sport Lisboa e Elvas

Quim no S.L.Elvas em 1944/1945
























Quim,em baixo á direita,titular no Sport Lisboa e Elvas









Quim titular no S.L.Elvas em 1945/1946





















Cartão de jogador de Quim no Vitória de Setúbal em 1947/1948


Quim,o 4º em baixo,da esquerda,no União de Montemor












Quim,o 4º em baixo,da esquerda,no União de Montemor
em 1949/1950


















Quim,á esquerda,no União de Montemor em
1953/1954























Quim,o 3º em cima,da esquerda,no União de Montemor
em 1955/1956

















Quim integrou também a equipa das "Velhas Guardas"
do União de Montemor







































quarta-feira, 11 de março de 2020

JOÃO da PALMA

(João Bernardo da Palma ,1919, Barreiro)
Avançado / Interior
37/38-G.D.Os Celtas      Torn.Pop.
38/39-CUF Barreiro       II
39/40-Unidos Barreiro    II
40/41-Unidos Barreiro    II
41/42-Unidos Barreiro    II
42/43-Unidos Barreiro    I
43/44-Unidos Barreiro    II
44/45-CUF Barreiro       II
45/46-Olhanense          I
46/47-Olhanense          I
47/48-Olhanense          I
48/49-Olhanense          I
49/50-Olhanense          I
50/51-Olhanense          I





































Avançado hábil,rápido e bom finalizador,João
da Palma deu nas vistas no Unidos,designação
da C.U.F. do Barreiro durante algumas épocas
por motivos políticos.
Foi no clube-empresa do Barreiro que Palma
conquistou os seus primeiros títulos no futebol,
como o Campeonato Regional de Setúbal em
1942/1943,acabando com a hegemonia dos "crónicos"
vencedores (Barreirense e Vitória de Seúbal),
a subida á 1ª Divisão em 1941/1942 e os 2 títulos
de Campeão Nacional da 2ª Divisão em 1943/1944 e
1944/1945.
Após essas épocas na C.U.F.,João da Palma é
contratado pelo Olhanense,a grande potência do
futebol algarvio da época a competir na 1ªDivisão.
Logo na primeira temporada,1945/1946,Palma é
um dos melhores marcadores da equipa,14 golos,só
atrás de Salvador (17) e Cabrita (15).
Nos "rubro-negros" de Olhão,João da Palma faz
6 épocas,nem sempre um titular indiscutível
devido a lesões e também devido á forte 
concorrência no ataque olhanense que contava com 
Cabrita,Salvador,Joaquim Paulo,Eminêncio,Gomes,
ou Carmo,mas sempre com bom aproveitamento,
contribuindo para a conquista de 2 Campeonatos 
Regionais,1945/1946 e 1946/1947.
João da Palma deixou o Olhanense quando o clube
desceu á 2ª Divisão em 1950/1951.







João da Palma,no Unidos,autor de 3 golos contra a sua
futura equipa,o Olhanense,em 1942/1943






João da Palma,o 2º em baixo,da esquerda,no Unidos 
do Barreiro em 1943


João da Palma em destaque nos Unidos do Barreiro


João da Palma em entrevista á revista "Stadium" em 1944

João da Palma na estreia pelo Olhanense em 1944
João da Palma,o 2º em baixo,da esquerda,no Olhanense
em 1945/1946

















































































João da Palma em destaque no Olhanense


















João da Palma no Olhanense em 1950/1951