terça-feira, 24 de maio de 2016

CAEIRO

(António Francisco Caeiro, 1934 ,Casa Branca-Sousel)
Interior / Extremo-direito
51/52-Juventude Évora-----jun.
52/53-Juventude Évora-----jun.
53/54-Juventude Évora-----II
54/55-Juventude Évora-----II
55/56-Juventude Évora-----II
56/57-Juventude Évora-----II
57/58-Juventude Évora-----II
58/59-Juventude Évora-----II
59/60-Juventude Évora-----II
60/61-Juventude Évora-----II
61/62-Juventude Évora-----III
62/63-Torreense-----------II
63/64-Torreense-----------II
64/65-Torreense-----------I
65/66-
66/67-





Caeiro foi um jogador de ataque (interior,
avançado-centro e extremo pelo lado direito) 
que começou muito novo a fazer parte da equipa 
titular do Juventude de Évora na 2ª Divisão em 
meados dos anos 50,depois de ter sido Campeão
Regional em júniores pelos "azuis e brancos"
eborenses.
Durante quase uma década,Caeiro foi sempre
uma primeira escolha para o ataque do Juventude,
atuando ao lado de outras grandes figuras da
história do clube,como foram Viegas,Júlio e
João Caraça,Polívio e Casimiro.
Em 1962/63 transfere-se para o Torreense e foi
no clube de Torres Vedras que acabou por ter
o seu período de mais notoriedade,ajudando na
subida á 1ª Divisão (vencendo a 2ª Divisão,
Zona Sul) e atuando no escalão principal do
nosso futebol na época de 1964/65.






Caeiro,o 2º em baixo,da esquerda,no Juventude de Évora
em 1953/54



Caeiro em destaque no jornal "Mundo Desportivo" em
Dezembro de 1956 (clique na imagem para aumentar)


Caeiro,o 2º em baixo,da esquerda,no Juventude em
1959/60

Caeiro em destaque no jogo de estreia pelo Torreense
em 1962/63

Caeiro,em baixo,á esquerda,com o  Torreense na 1ª 
Divisão em 1964/65

quarta-feira, 11 de maio de 2016

MONCHIQUE

(Domingos da Silva Monchique,13/1/1915,Silves)
Extremo-esquerdo
33/34-Silves-----------Region.
34/35-Silves-----------Region.
35/36-Silves-----------Region.
36/37-Silves-----------Region.
37/38-Silves-----------Region.
38/39-Silves----------RRegion..
39/40-Silves-----------Region.
40/41-Silves-----------Region.
41/42-Unidos Lisboa----I
42/43-Unidos Lisboa----reserv.
43/44-
44/45-





































Monchique foi um jogador que começou cedo
a jogar na primeira equipa do clube da sua
terra natal,o Silves F.C,e fez parte de uma
geração de jogadores silvenses que fizeram
carreiras notáveis,tanto a nível regional
como também a nível nacional,como foram os
casos de Adão,Loulé,Chico Guerreiro e Abílio
Esparteiro.    
Extremo-esquerdo de valor,Domingos Monchique
transfere-se em 1941 para o Unidos de Lisboa,
o nome da C.U.F. lisboeta da altura,que disputava
a 1ª Divisão Nacional e onde reencontrou Adão,
este vindo do Nacional de Silves.





Monchique em destaque no Silves em 1936

Monchique,á direita,em baixo,no Silves em 1938





Monchique em destaque no Unidos
O primeiro jogo de Monchique pelos Unidos em 1941/42 
foi contra o Sporting C.P.

terça-feira, 10 de maio de 2016

GUILHERME

(Guilherme Manuel Rodrigues Costa,13/2/1955,Barreiro)
Defesa
70/71-Barreirense-----juv.
71/72-Barreirense-----jun.
72/73-Barreirense-----jun.
73/74-Barreirense-----I
74/75-Barreirense-----II
75/76-Barreirense-----II
76/77-Leixões---------I
77/78-Belenenses------I
78/79-Belenenses------I
79/80-Portimonense----I
80/81-Portimonense----I
81/82-Farense---------II
82/83-Quarteirense----III
83/84-Quarteirense----III
84/85-Quarteirense----III
85/86-Quarteirense----III
86/87-Quarteirense----III
87/88-Quarteirense----III
88/89-Moncarapachense-Dist.
89/90-Moncarapachense-Dist.  













































Guilherme foi um forte defesa-central natural
do Barreiro e com a formação feita no Barreirense
onde chegou á equipa sénior,ainda com o clube na
1ª Divisão.
Depois de uma passagem pelo Leixões e após duas
temporadas no Belenenses onde foi pouco utilizado,
Guilherme chega ao Algarve para fazer o melhor
período da sua carreira.Primeiro no Portimonense
onde fez duas boas épocas,sendo muitas vezes 
titular e tendo uma boa contribuição para a equipa 
de Portimão permanecer na 1ª Divisão sem grandes 
sobressaltos.
Representou o Farense (1981/82)e a seguir vai
para o Quarteirense onde fica seis épocas.
Em Quarteira,além de alinhar a defesa,Guilherme 
jogou também a médio defensivo,ajudando a equipa 
algarvia a fazer temporadas estáveis na 3ª Divisão.
No fim da carreira,Guilherme alinhou ainda no
Moncarapachense do Distrital algarvio.






Guilherme,o 4º em cima,da esquerda,no Barreirense

Guilherme,o 4º em cima,da esquerda,no Belenenses

Guilherme,o 3º em cima,da esquerda,no Portimonense
em 1979/80




Guilherme,o 4º em cima,da esquerda,no Portimonense
em 1980/81



Guilherme,o 3º em cima,da esquerda,no Quarteirense







Guilherme no Moncarapachense em 1989/90






domingo, 8 de maio de 2016

CÉSAR FERREIRA

(José César Ferreira,10/4/1916,Vila do Bispo)
Médio-centro
33/34-Juventude Portimo.-Region.
34/35-Juventude Portimo.-Region.
35/36-Sport Lisboa Beja--Region.
36/37-Sport Lisboa Beja--Region.
37/38-Sport Lisboa Beja--II
38/39-Benfica------------I
39/40-Benfica------------I
40/41-Benfica------------I
41/42-Benfica------------I
42/43-Benfica------------I
43/44-Benfica------------I
44/45-Benfica------------I
45/46-Benfica------------I
46/47-
47/48-








































César Ferreira foi um médio-centro (hoje em
dia defesa-central) alto e corpulento que
começou por dar nas vistas no pequeno clube
de Portimão,já desaparecido,o Juventude Futebol
Clube Portimonense.
Conhecido no início da carreira somente por
Ferreira,César chega ao Sport Lisboa e Beja
para ser dos melhores da equipa e sagrar-se
Campeão Distrital na companhia de outros
jogadores algarvios como Ambrósio (G.R.)e
Currito (avançado).
César Ferreira é o primeiro jogador nascido
no extremo Sul-sudoeste algarvio a jogar num
grande (Benfica) e a sagrar-se Campeão Nacional.
No total,em 8 temporadas,César Ferreira foi
Campeão Nacional por 3 vezes (1941/42,1942/43
e 1944/45),conquistou a Taça de Portugal
também em 3 ocasiões (1939/40,1942/43 e 1943/44)
e um Campeonato de Lisboa (1939/40).
César Ferreira,que era o jogador mais alto 
da equipa encarnada durante esse período,como
se pode ver nas imagens,chegou ao Benfica ao
mesmo tempo de outro grande nome da história
do S.L.B., Francisco Ferreira,seu companheiro 
no meio-campo benfiquista durante todo o seu 
percurso de encarnado.







César Ferreira em destaque no Sport Lisboa
e Beja em 1936/37



César Ferreira,o 6º em cima,da esquerda,no Benfica em
1941/42,Campeão Nacional
César Ferreira,o 3º em cima,da direita.no Benfica em
1942/43,Campeão Nacional e vencedor da Taça de
Portugal


César Ferreira,o 4º em cima,da esquerda,no Benfica em
1943/44,vencedor da Taça de Portugal

quarta-feira, 4 de maio de 2016

JOSÉ LUIS

José Luis Ramos Pina Furtado,6/12/1952,Praia-Cabo Verde)
Extremo / Lateral-esquerdo
72/73-União Montemor------III
73/74-União Montemor------II
74/75-União Montemor------II
75/76-Juventude Évora-----II
76/77-Juventude Évora-----II
77/78-Juventude Évora-----II
78/79-Vitória Setúbal-----I
79/80-Vitória Setúbal-----I
80/81-F.C.Porto-----------I
81/82-Sanjoanense---------II
82/83-Lusitano Évora------II
83/84-Farense-------------I
84/85-Juventude Évora-----III
85/86-Juventude Évora-----II
86/87-Barreirense---------II
87/88-Juventude Évora-----III
88/89-Lusit. Arraiolense--III
89/90-Vasco da Gama Sines-III
90/91-Vasco da Gama Sines-III
91/92-Vasco da Gama Sines-II B
92/93-Mourão C.F.---------Dist.
93/94-Mourão C.F.---------Dist.
94/95-Mourão C.F.---------Dist.   













































José Luis veio de Cabo Verde para Portugal
como voluntário para a Marinha e só aos 19
anos,já sénior,começou a jogar futebol
federado ao serviço do União de Montemor.
Com uma boa preparação física (feita na
Marinha onde esteve por 10 anos) e com uma
razoável técnica individual,José Luis
começou por jogar em posições de ataque,nas
alas,tanto á direita como á esquerda,no início
da sua carreira no Montemor e depois no 
Juventude de Évora.
O seu valor e capacidade atlética levou-o
ao Vitória de Setúbal e,posteriormente ao
F.C.Porto onde não foi muito utilizado ao
contrário de em Setúbal onde foi titular 2
épocas na posição de lateral-esquerdo(50 jogos,
1 golo).
Com a maior parte da carreira feita no Alentejo,
José Luis teve contribuições importantes em
várias subidas de Divisão de vários clubes da
região,como logo na sua primeira temporada no 
União de Montemor (subida á 2ª Divisão em 1972
/73),no Juventude de Évora,subidas em 1984/85 e
1987/88,e finalmente no Vasco da Gama de Sines
onde se sagrou Campeão da 3ª Divisão em 1990/91.
José Luis terminou a carreira no Mourão no
Distrital de Évora.





José Luis,em baixo,á esquerda,no União de Montemor
em 1972/73,subida á 2ª Divisão

José Luis,em baixo,ao meio,no Juventude de Évora em
1975/76






José Luis,á direita,no Juventude onde começou por jogar
em posições mais adiantadas


Entrevista de José Luis ao jornal "A Bola" em 1978
quando foi transferido para o Vitória de Setúbal

José Luis,em baixo,á direita,no Lusitano de Évora em
1982/83

José Luis,á esquerda,no Farense em 1983/84 na 1ª
Divisão


José Luis,em cima,á esquerda,no Vasco da Gama de Sines,
Campeão da 3ª Divisão em 1990/91



quarta-feira, 27 de abril de 2016

ADÃO

(Sebastião Rita da Luz,25/1/1916,Silves)
Médio / Defesa
33/34-
34/35-
35/36-Barreirense------II
36/37-Nacional Silves--II
37/38-Nacional Silves--Region.
38/39-Nacional Silves--Region.
39/40-Unidos Lisboa----II
40/41-Unidos Lisboa----I
41/42-Unidos Lisboa----I
42/43-Unidos Lisboa----I
43/44-Unidos Lisboa----II
44/45-CUF Lisboa-------II
45/46-CUF Lisboa-------II
46/47-CUF Lisboa-------II
47/48-Cova da Piedade--III









































Adão foi o melhor jogador da (curta) história
do Club Desportivo Nacional de Silves,efémero
clube de futebol criado em 1935 por um industrial
de Silves de seu nome Aldemiro Mira.Com a mudança
deste para o Barreiro em inícios dos anos 40,o 
clube cessou atividades tendo os seus jogadores
ingressado (ou retornado) ao Silves F.C.
Adão preferiu se transferir para o Unidos F.C.
de Lisboa,o nome desportivo da C.U.F. de então.
Já com uma experiência fora do Algarve (jogou
no Barreirense em 1935/36),Adão fez parte da
equipa cufista que venceu a Série da Extremadura
da 2ª Divisão e alcançou a promoção á 1ª Divisão
em 1939/40,tendo se mantido no escalão principal
por 3 temporadas.
Essa histórica equipa da CUF de Lisboa,além de
Adão,também integrava outros jogadores algarvios,
os melhores nas suas posições,como eram Osvaldo,
extremo-direito ex Olhanense,e Pinção,extremo-
esquerdo ex Portimonense.
Em fim de carreira,Adão ainda se sagrou Campeão
da 3ª Divisão com o Cova da Piedade em 1947/48,
na companhia de mais jogadores algarvios:Gralho,
Osvaldo e Estrela.








Ficha de Adão quando ingressou no Nacional de Silves
em 1936/37

A estreia de Adão nos Unidos (CUF) de Lisboa em
1939/40
Adão titular no Cova da Piedade,Campeão da 3ª Divisão
em 1947/48