sexta-feira, 7 de dezembro de 2018

MATEUS PEREIRA

(António Mateus Pereira,31/12/1918,Albernoa-Beja)
Avançado / Extremo-direito / Médio
37/38-Vitória F.C.Beja  II
38/39-União Beja        Region.
39/40-União Beja        II
40/41-União Beja        II
41/42-União Beja        Region.
42/43-União Beja        II
43/44-União Beja        II
44/45-União Beja        II
45/46-União Beja        II
46/47-União Beja        II
47/48-M.Aljustrelense   Region.
48/49-M.Aljustrelense   Region
49/50-M.Aljustrelense   Region.
50/51-M.Aljustrelense   II
51/52-M.Aljustrelense   III








































António Mateus Pereira começou,juntamente
com o seu irmão Manuel Mateus Pereira,a
jogar em clubes populares de Beja antes
de ajudar a fundar o Vitória Futebol Clube
onde jogou no seu primeiro ano de jogador
federado em finais dos anos 30.
Depois Mateus Pereira,ou Mateus I,para se
diferenciar do seu irmão,transfere-se para
o União de Beja onde atua várias temporadas,
na 2ª Divisão e no Regional de Beja,e onde
é um dos melhores jogadores e marcadores
de golos,chegando a ser fortemente cobiçado
por clubes da 1ª Divisão,como o Olhanense e
o Vitória de Setúbal.
Mateus Pereira,que atuava como extremo-
direito e por vezes a interior,após a fusão
do União com o Luso e o Pax-Júlia que deu
origem ao Desportivo de Beja,passou a jogar
no Mineiro Aljustrelense,onde se sagrou
Campeão Regional em 1948/49.
No Mineiro,onde continuou a alinhar ao lado
de seu irmão Manuel,Mateus Pereira jogou
na 3ª e na 2ª Divisão,tendo ai terminado
a carreira de jogador.







Mateus Pereira,em baixo,á esquerda,no União de Beja
em 1944/1945

Mateus Pereira no União de Beja em 1946/1947


Mateus Pereira,o 2º da direita,em baixo,no Aljustrelense
em 1947/1948
António Mateus Pereira (Mateus Pereira I)
á esquerda,com o seu irmão Manuel,
o Mateus Pereira II



















Mateus Pereira,o 3º em baixo,da esquerda,no Mineiro
Aljustrelense em inicíos dos anos 50
Mateus Pereira,em baixo,á esquerda,no Mineiro 
Aljustrelense


Mateus Pereira titular a médio direito no Mineiro Aljustrelense
em 1951/1952







quarta-feira, 5 de dezembro de 2018

TEIXEIRA

(António Marques Teixeira,30/9/1949,Mina de S.Domingos) 
Extremo / Avançado / Médio
67/68-Sport Faro Benfica  III
68/69-Sport Faro Benfica  III
69/70-Sport Faro Benfica  III
70/71-Sport Faro Benfica  Dist.
71/72-Sport Faro Benfica  III
72/73-Sport Faro Benfica  Dist.
73/74-Sport Faro Benfica  Dist.
74/75-Sport Faro Benfica  Dist.
75/76-Sport Faro Benfica  Dist.
76/77-Sport Faro Benfica  Dist.
77/78-Sport Faro Benfica  Dist.
78/79-Sport Faro Benfica  Dist.
79/80-Sport Faro Benfica  Dist.
80/81-Sport Faro Benfica  Dist.
81/82-Sport Faro Benfica  Dist.
82/83-Sport Faro Benfica  Dist.
83/84-Sport Faro Benfica  Dist.
84/85-Sport Faro Benfica  Dist.










































Teixeira nasceu na Mina de São Domingos,
Mértola,mas foi em Faro,no velhinho e
popular Sport Faro e Benfica que veio
a se tornar numa das mais importantes
e reconhecidas figuras do clube dos 
últimos 40 anos.
Teixeira,como jogador,jogou em várias
posições no campo,desde avançado a
extremo e médio central ou ala e fez
parte das equipas do Faro e Benfica
durante 18 anos,representando o clube
na 3ª Divisão e no Distrital do Algarve.
No Regional algarvio foi Campeão Distrital
em 1970/1971 ao lado de outros grandes
nomes do clube,como Chaby,Fernando,Dias
ou Vidal.
Após encerrar a carreira de jogador
António Teixeira ficou sempre ligado aos
"encarnados" de Faro até aos dias de hoje,
assumindo várias funções,como Diretor,
Presidente e Presidente da Assembleia Geral.







Teixeira no Faro e Benfica em jogo particular contra o
Farense em 1968

Teixeira titular a extremo-esquerdo no Faro e Benfica em
jogo contra o Farense na 3ª Divisão em 1968/1969

Teixeira,o 2º em baixo,da esquerda,no Sport Faro e Benfica
Teixeira no Faro e Benfica em 1969/1970
Teixeira,o 7º em baixo,da esquerda,capitão no Faro e 
Benfica em 1980/1981

Teixeira,em baixo,á esquerda,capitão de equipa no
Faro e Benfica em 1981/1982
Teixeira,em baixo,á esquerda,no Faro e Benfica em 1983/1984
António Teixeira,em cima,á esquerda,presidente do
Faro e Benfica em 2006




António Teixeira em 2011,presidente da Assembleia Geral 
do Faro e Benfica

segunda-feira, 3 de dezembro de 2018

JOÃO LOPES

(João Manuel Lopes Brito,5/1/1961,Mértola)
Avançado
74/75-Farense         ini. 
75/76-Farense         juv.
76/77-Farense         juv.
77/78-Farense         jun.
78/79-Farense         jun.
79/80-inactivo
80/81-Louletano       Dist.
81/82-Louletano       III
82/83-inactivo
83/84-Louletano       Dist.
84/85-Louletano       III
85/86-Almancilense    Dist.
86/87-Almancilense    Dist.
87/88-Almancilense    Dist.
88/89-inactivo
89/90-Salir           Dist.








































João Lopes teve uma carreira curta e
algo irregular mas mesmo assim foi
Campeão Distrital por 3 ocasiões,sempre
com um bom contributo.
João Lopes,tal como seu irmão Orlando,
nasceu em Mértola,mas foi no Farense
que começou a dar nas vistas,onde foi
campeão Distrital e capitão nas camadas 
jovens do clube de Faro.
No seu primeiro ano de sénior João
Lopes representou o Louletano e foi um
dos "heróis" do primeiro título Distrital 
do emblema de Loulé em 1980/81.
3 épocas depois e nova conquista do
regional algarvio para o Louletano e João
Lopes.
No Almancilense,que representou por 3
temporadas e foi capitão de equipa,João
Lopes também entra na história ao fazer
parte da equipa que venceu o seu primeiro
título Distrital em 1987/88.
João Lopes terminou a carreira de jogador
federado no Salir,mais uma vez ao lado de
seu irmão mais velho,o defesa Orlando.






João Lopes,em cima,á esquerda,capitão dos júniores
do Farense em 1978/79

João Lopes na equipa-tipo do Louletano que se sagrou
Campeã Distrital em 1980/81


João Lopes,o 2º em baixo,da direita,no Louletano em
1980/81,Campeão Distrital


João Lopes,em baixo,á esquerda,no Louletano


João Lopes,em baixo,á esquerda,no Louletano em 1983/84,Campeão Distrital
João Lopes,capitão no Almancilense em 1985/86


João Lopes,o 3º em cima,da direita,capitão no Almancilense

João Lopes,titular no Almancilense em 1987/88


sexta-feira, 16 de novembro de 2018

VITOR MATOS

(Vitor Manuel Marreiros Matos,18/5/1954,Odemira)
Guarda-redes
71/72-Odemirense      jun.
72/73-Odemirense      jun.
73/74-Odemirense      Dist.
74/75-Odemirense      III
75/76-Odemirense      III
76/77-Odemirense      III
77/78-Odemirense      Dist.*
78/79-Odemirense      III*
79/80-Odemirense      Dist.
80/81-Odemirense      Dist.
81/82-inactivo
82/83-Odemirense      Dist.*
83/84-Odemirense      Dist.*

*Jogador/Treinador






































Vitor Matos,ou simplesmente Matos,como
vinha em fichas de jogos nos jornais,
é uma das maiores figuras do S.C.Odemirense
nos anos 70,80 e 90,primeiro como Guarda-
redes,depois como treinador e finalmente
como presidente,numa ligação com mais
de 20 anos ao clube alentejano.
Como jogador,Matos está nos dois primeiros
títulos Distritais do Odemirense,em 1973/74
e 1977/78,na primeira época com Atraca como
jogador/treinador e desempenhando ele próprio
esse dupla função na segunda.
Vitor Matos teve sempre forte concorrência
na baliza do S.C.Odemirense,primeiro com
o também histórico Pacheco,e depois com o
experiente Semedo mas continuou sempre ligado 
ao clube da cidade do rio Mira.
A partir de meados dos anos 80 é eleito
Presidente do clube e foi durante sua 
presidência que o Odemirense conseguiu mais 
um título de Campeão Distrital,em 1994/95.
Foi também nesse período que o clube melhor 
se estruturou,conseguindo levar a equipa de
júniores a participar no campeonato nacional
do escalão.
Vitor Matos foi também um dos principais
impulsionadores da criação da equipa de
veteranos do S.C.Odemirense em meados dos
anos 90.






Matos a titular no Odemirense em 1976/1977





Vitor Matos,á direita,capitão do Odemirense,
em jogo contra o Bucelenses de Chico Reis
em finais dos anos 70



Vitor Matos,á esquerda na imagem,no Odemirense em
jogo contra o Vasco da Gama de Sines em 1976

Matos,o 2º em cima,da esquerda,na primeira equipa de 
veteranos do S.C.Odemirense


Vitor Matos,em cima,á esquerda,presidente do Odemirense
em 1988/1989
Vitor Matos,em cima á esquerda,presidente do Odemirense
em 1993/1994



Vitor Matos,o 5º da direita,na fila do meio,com o treinador
Chico Fernandes ao lado,no Odemirense em 1994/1995,
Campeão Distrital.

quarta-feira, 7 de novembro de 2018

CATINANA

Joaquim Catarino Ferreira,29/7/1922,Lisboa)
Médio / Interior / Extremo
41/42-Carcavelinhos    reserv.
42/43-Atlético         II
43/44-Atlético         I
44/45-Atlético         II
45/46-Atlético         I
46/47-Portimonense     II
47/48-Portimonense     II
48/49-Portimonense     II
49/50-Portimonense     II
50/51-Portimonense     II
51/52-Portimonense     II
52/53-C.U.F.Barreiro   reserv. 






































Catinana começou por jogar no Carcavelinhos
F.C.,antigo clube lisboeta que em 1942 se
fundiu com o União de Lisboa dando origem
ao Atlético C.P. para onde Catinana passou
a jogar,juntamente com o seu irmão mais
velho,José Catinana.
Joaquim Catinana,que no Atlético era o
Catinana II,sendo o seu irmão mais velho 
o Catinana I,jogava a extremo-esquerdo e
fez parte das primeiras equipas do A.C.P. 
que disputaram a 1ª Divisão nos inícios
dos anos 40,integrando também a equipa
que venceu o Campeonato da 2ª Divisão
em 1944/45.
Em 1946/47,Catinana ruma ao Algarve para
representar o Portimonense,clube onde se
manteve por 6 épocas,ajudando o clube nas
boas classificações no Campeonato da 2ª
Divisão,Zona Sul,estando sempre na luta
pela subida á 1ª Divisão Nacional.
No Portimonense,Catinana atuou em zonas
mais recuadas do campo,jogando a médio
esquerdo e a interior.
Após seis temporadas,jogando sempre com
regularidade ao lado de grandes nomes do
clube de Portimão,como os irmãos Sota
(Sota I e Sota II),Manuel Afonso,Chico
Vitória,Gilberto ou Granadeiro,Catinana
volta a Lisboa onde joga algum tempo na
C.U.F. antes de terminar a carreira.
Catinana é tio de Fernando Catinana,
antigo e histórico defesa do Desportivo de 
Portalegrense e Estrela de Portalegre.
Catinana faleceu em 5 de Dezembro de 1987.






Catinana,na ficha como Catinana II,para se diferenciar
de seu irmão,José Catinana Júnior,o Catinana I,
no Atlético em 1942/1943
 
 Catinana II titular a extremo esquerdo no Atlético

Catinana,o 3º em cima,da esquerda,no Portimonense
em 1946/1947

 Catinana a titular no Portimonense em 1947/1948

 Catinana,em cima,á direita,no Portimonense em 1948/1949

Catinana,o 2º em baixo,da esquerda,no Portimonense em 1950/1951

Catinana,na ficha de jogo descrito com o seu último
nome,Ferreira,titular a médio-esquerdo no Portimonense
em 1951/1952,o seu último ano em Portimão