quarta-feira, 8 de novembro de 2017

MARTINS

(Manuel Martins,10/6/1923,São Brás de Alportel)
Avançado / Médio
42/43-União Alhos Vedros-Dist.
43/44-Barreirense--------II
44/45-Barreirense--------II
45/46-Barreirense--------II
46/47-Barreirense--------II
47/48-Barreirense--------II
48/49-Barreirense--------II
49/50-Barreirense--------II
50/51-Juventude Évora----III
51/52-Juventude Évora----II
52/53-C.R.I.Alhos Vedros-Dist.
53/54-C.R.I.Alhos Vedros-Dist.
54/55-C.R.I.Alhos Vedros-Dist.
55/56-C.R.I.Alhos Vedros-Dist.





Algarvio natural de São Brás de Alportel,
Martins mudou-se para o Barreiro muito
jovem,fazendo carreira no futebol em
clubes da região.
Após jogar no União Sporting Clube de
Alhos Vedros no Campeonato Regional,
Manuel Martins passa para o Barreirense
onde alinha a titular durante 7 épocas,
jogando na posição de "interior" (avançado)
direito ou esquerdo,na 2ª Divisão.
Em 1950/51 passa para o Juventude de Évora
onde se sagra Campeão Nacional da 3ª
Divisão nessa mesma temporada,alinhando
em posições mais recuadas no terreno.
Fica mais uma temporada em Évora e
retorna á zona do Barreiro em 1952/53
para representar o C.R.I. de Alhos Vedros
no Regional de Setúbal até ao final da 
sua carreira.





Martins,o 2º em baixo,da direita,no Barreirense
em 1947/48


Martins,o 2º em baixo,da direita no Barreirense







Martins,em cima,á esquerda,no Barreirense em 1949/50
Martins titular no Juventude na posição de médio-direito
no "derby" contra o Lusitano em 1951/52






Martins,o 4º em cima,da esquerda,no Juventude de Évora
em 1950/51,Campeão da 3ª Divisão

sexta-feira, 3 de novembro de 2017

ALVES

(José António Bexiga do Vale Alves,26/8/1960,Faro)
Avançado
74/75-Belenenses--------ini.
75/76-Belenenses--------ini.
76/77-Belenenses--------juv.
77/78-Belenenses--------juv.
78/79-Belenenses--------jun.
79/80-Belenenses--------jun.
80/81-Desportivo Beja---II
81/82-Farense-----------II
82/83-Farense-----------II









Apesar de ter nascido em Faro foi no
Belenenses que Alves começou para o
futebol,tendo mesmo se estreado na
equipa sénior dos azuis ainda com
idade de júnior,em 1978/79,na 1ª
Divisão.
Quando passou a sénior,Alves foi
para o Desportivo de Beja,onde
esteve apenas uma temporada,passando
a seguir para o Farense,clube da
sua terra natal,que lutava para
subir de novo ao primeiro escalão
do futebol nacional.
Zé Alves fez parte da equipa que
se sagrou Campeã Nacional da 2ª
Divisão em 1982/83 mas um grave
acidente de viação,no início de 1983,
pôs termo á carreira e á vida do,ainda 
jovem e promissor jogador,bem como de 
outra figura ligada ao Farense,o 
massagista Mário Belo.







 Alves,o 3º em baixo,da esquerda,no Farense em 1982/83

 
Alves,o 3º em cima,da esquerda,no Desportivo de Beja
em 1980/81


Notícia da morte de Zé Tó Alves no
jornal "A Bola"  

quinta-feira, 2 de novembro de 2017

CINTRA

(Luis Manuel Santos Cintra,24/8/1948,Lagos)
Defesa-central
62/63-Benfica-----------juv.
63/64-Benfica-----------juv.
64/65-Benfica-----------jun.
65/66-Benfica-----------jun.
66/67-A.C.Marinhense----III
67/68-A.C.Marinhense----III
68/69-inactivo*
69/70-inactivo*
70/71-inactivo
71/72-Esperança Lagos---III--
72/73-Esperança Lagos---III
73/74-Esperança Lagos---III
74/75-Esperança Lagos---III
75/76-Esperança Lagos---II
76/77-Esperança Lagos---II
77/78-inactivo
78/79-C.R.I.Sagres------Dist.
79/80-Torralta----------Dist.



















*Devido ao Serviço Militar Obrigatório







Cintra foi levado para as camadas jovens
do Benfica por Fernando Cabrita,que o
descobriu na cidade natal de ambos,Lagos,
jogando nos "Torneios Populares" entre
equipas de jovens durante as férias
escolares.
No grande clube lisboeta,Cintra,treinado
por Cabrita,sagrou-se Campeão Nacional no
antigo escalão de "Principiantes" (Juvenis).
Após completar o percurso nos escalões
jovens no Benfica,Cintra foi emprestado ao
Atlético C. Marinhense,onde cumpriu as suas
primeiras épocas na categoria sénior.
Depois de terminar o vínculo com o S.L.
Benfica e após cumprir o serviço militar,
Cintra acaba por ficar algum tempo sem jogar,
tendo recomeçado a carreira em 1971/72 no
clube da sua terra,o Esperança de Lagos,na
3ª Divisão.
No Esperança Cintra fica 6 temporadas,sendo
sempre titular no centro da defesa esperancista
e estando numa época histórica do centenário
emblema lacobrigense,o da primeira subida á
2ª Divisão em 1974/75,vencendo a Série D da
3ª Divisão.
Ficaria no Esperança nas duas temporadas que
o clube disputou o segundo escalão nacional,
sendo sempre dos mais utilizados mas acabaria
por sair no final da época que o clube caiu
na 3ª Divisão,1976/77.
Luis Cintra teve ainda breves experiências
no C.R.Infante de Sagres e no G.D.Torralta,
terminando a carreira aos 32 anos.







Cintra,o 5º em cima,da esquerda,no Benfica em 1963/64,
Campeão Nacional em "principiantes" (juvenis)
Cintra,o 4º em cima,da esquerda,nas camadas jovens
do Benfica




Cintra,o 3º em cima,da direita,no Esperança de Lagos 
em 1973/74










Cintra,o 4º em baixo,da esquerda,no Esperança de
Lagos em 1974/75,na subida á 2ª Divisão

Cintra,ou "Sintra",como vinha em muitas fichas de jogos,
titular no Esperança em 1975/76

Cintra,o 5º em cima,da esquerda,no Esperança de Lagos
em 1975/76 na 2ªDivisão



quarta-feira, 4 de outubro de 2017

LOMELINO

(Lomelino Santos Bento,14/1/1949,Santa Eulália-Elvas)
Defesa-central
66/67-J.Santa Eulália--F.N.A.T.
67/68-J.Santa Eulália--F.N.A.T.
68/69-Cova da Piedade--reservas
69/70-inactivo
70/71-U.D.I.B. Bissau--I(Guiné-Bissau)
71/72-Sporting Bissau--I(Guiné-Bissau)
72/73-O Elvas----------III
73/74-O Elvas----------III
74/75-O Elvas----------III
75/76-O Elvas----------III
76/77-O Elvas----------III
77/78-O Elvas----------III
78/79-O Elvas----------II
79/80-O Elvas----------III
80/81-O Elvas----------III
81/82-O Elvas----------II
82/83-O Elvas----------II
---------------------------
86/87-J.Santa Eulália--Dist.
87/88-J.Santa Eulália--Dist.












































Lomelino começou a jogar futebol no
Juventude de Santa Eulália,pequeno
clube da freguesia de Elvas com o 
mesmo nome que apenas competia nos
torneios da antiga F.N.A.T.,depois
I.N.A.T.E.L.
Somente aos 19 anos,Lomelino teve a
sua primeira experiência no futebol
federado no Cova da Piedade,tendo
apenas jogado na equipa de reservas.
Durante o serviço militar na Guiné-
Bissau,Lomelino representou a U.D.I.B.
de Bissau e também o Sporting de Bissau,
pelo qual ainda jogou uma eliminatória
da Taça de Portugal contra o Sintrense.
Em 1972/73,Lomelino chegou ao Elvas para,
durante mais de uma década,se tornar 
numa referência na  defesa do histórico 
clube alentejano.
No Elvas C.A.D.,Lomelino atuava na
antiga posição de "líbero",sendo também
o marcador das bolas paradas,penaltys e
livres directos,convertendo em golo
bastantes desses lances específicos.
Nos elvenses,onde chegou a capitão de 
equipa,Lomelino esteve em duas subidas
de Divisão (1977/78 e 1980/81),vencendo
as respectivas zonas da 3ª Divisão.
Lomelino terminou a carreira jogando e
treinando o clube da sua terra natal,
o Juventude de Santa Eulália,tal como os
irmãos Ludovico (José e Armando,que também
jogaram no Elvas)),novamente nos torneios 
do I.N.A.T.E.L. mas também nas primeiras 
épocas em que o Santa Eulália participou 
no Campeonato Distrital,em 1986/87 e 
1987/88.








Lomelino,á direita,em destaque no Sporting de Bissau 
em jogo da Taça de Portugal contra o Sintrense em 
1971/72


Lomelino,o 4º em cima,da esquerda,na sua primeira
época ao serviço do Elvas,1972/73
Lomelino,o 2º em cima,da esquerda,no Elvas em 1975/76

Lomelino,o 3º em cima,da esquerda,no Elvas em 
1977/78,subida á 2ª Divisão


Lomelino,o 7º em cima,da esquerda,capitão de equipa
no Elvas C.A.D. em finais dos anos 70
Lomelino,o 3º em cima,da direita,no Elvas em 1980/81,
vencedor da Série F da 3ª Divisão

terça-feira, 3 de outubro de 2017

MANUEL JOÃO

(Manuel João Fernandes,5/7/1956,Ponte de Sôr)
Médio
70/71-Eléctrico Ponte Sôr--ini.
71/72-Eléctrico Ponte Sôr--juv.
72/73-Eléctrico Ponte Sôr--juv.
73/74-Eléctrico Ponte Sôr--jun.
74/75-Eléctrico Ponte Sôr--jun.
75/76-Eléctrico Ponte Sôr--III
76/77-Eléctrico Ponte Sôr--III
77/78-Eléctrico Ponte Sôr--III
78/79-Eléctrico Ponte Sôr--III
79/80-Eléctrico Ponte Sõr--Dist.
80/81-Eléctrico Ponte Sõr--Dist.
81/82-Tramagal-------------Dist.
82/83-Tramagal-------------Dist.
83/84-Eléctrico Ponte Sõr--Dist.
84/85-Eléctrico Ponte Sõr--III
85/86-Eléctrico Ponte Sõr--III
86/87-Eléctrico Ponte Sõr--III
87/88-Valdaçorense---------Dist.
88/89-Eléctrico Ponte Sõr--Dist.
89/90-Eléctrico Ponte Sõr--Dist.
90/91-Eléctrico Ponte Sõr--Dist.
91/92-Eléctrico Ponte Sõr--Dist.
92/93-Eléctrico Ponte Sõr--Dist.
93/94-Eléctrico Ponte Sõr--Dist.
94/95-Eléctrico Ponte Sõr--Dist.
95/96-Eléctrico Ponte Sõr--Dist.




















































Manuel João,natural de Ponte de Sõr,
representou o Eléctrico F.C. 18 épocas
na equipa sénior,sendo um dos jogadores 
da história do clube alentejano com mais 
partidas disputadas,tanto no Distrital 
como na 3ª Divisão.
No Eléctrico,Manuel João,que jogou até
aos 40 anos,sagrou-se Campeão Distrital
de Portalegre em 1983/84.
Jogador de meio campo,Manuel João fez
ainda uma época no Valdaçorense (1987/88)
e representou também o Tramagal por duas
temporadas,em 1981/82 (vice-campeão 
Distrital) e em 1982/83.









Manuel João,o 2º em baixo,da direita,no Eléctrico de
Ponte de Sõr em 1977/78

Manuel João,o 3º em baixo,da esquerda,no Tramagal
em 1981/82

Manuel João,o 4º em baixo,da esquerda,no Eléctrico de
Ponte de Sõr

Manuel José,o 2º em baixo,da direita,capitão do Eléctrico
em 1984/85


Manuel João,o 2º em baixo,da esquerda,no Eléctrico de
Ponte de Sõr nos anos 90


segunda-feira, 2 de outubro de 2017

MATEUS

(Vitor da Conceição Mateus,17/3/1937,Silves)
Avançado / Médio
54/55-Lusitano Évora---------jun.
55/56-Lusitano Évora---------I
56/57-Lusitano Évora---------I
57/58-Serpa------------------II
58/59-Serpa------------------II
59/60-Lusitano Évora---------I
60/61-Benfica Castelo Branco-II
61/62-Benfica Castelo Branco-II
62/63-Benfica Castelo Branco-II
63/64-Tramagal---------------III
64/65-Tramagal---------------III
65/66-Tramagal---------------III
66/67-Tramagal---------------III
67/68-Tramagal---------------II
68/69-Tramagal---------------II
69/70-Tramagal---------------II
70/71-Tramagal---------------II
71/72-Tramagal---------------II
72/73-Tramagal---------------II
73/74-Eléctrico Ponte Sõr----Dist.*

*Jogador/Treinador














































Originário de Silves foi no Lusitano
de Évora que Mateus começou a jogar
como jogador federado e em 1955/56 já
era chamado á primeira equipa,sendo
utilizado em um jogo na 1ª Divisão.
Durante o serviço militar,Mateus joga
no Serpa,onde atua com os históricos 
Massano e Teixeira da Silva no ataque 
da equipa serpense,jogando a ponta-
direita,posição que mais atuou ao
longo da sua carreira.
Em 1959/60,Mateus retorna ao Lusitano
mas na época seguinte é transferido para
o Benfica de Castelo Branco onde faz
3 temporadas na 2ªDivisão.
A partir de 1963/64,Vitor Mateus
representa o Tramagal,onde permanece
uma década,estando na histórica subida
do clube á 2ª Divisão em 1966/67,tendo
também sido vice-campeão da 3ªDivisão e 
fazendo parte do melhor período do clube 
nos campeonatos nacionais.
Em 1973/74,Mateus fica também ligado á 
história do Eléctrico de Ponte de Sõr
ao ser o treinador (e jogador ao mesmo
tempo)que levou o clube alentejano á
3ª Divisão.
Vitor Mateus volta depois ao Tramagal
para orientar as camadas jovens do
clube ribatejano durante várias épocas.








Mateus,em baixo ao centro,com a bola,nos júniores
do Lusitano de Évora







Mateus,em baixo,á esquerda,no Serpa








Mateus,o 2º da esquerda,no Lusitano de Évora






Mateus,em baixo,á esquerda,no Benfica de Castelo
Branco






Mateus,em baixo,á esquerda,no Tramagal em 1965/66















Mateus,o 3º em cima,da direita,no Tramagal em 1966/67





Mateus,o 4º da direita,no Tramagal em 1969/70
































































Dados e fotos obtidos com a 
colaboração de Carlos Maia