terça-feira, 30 de dezembro de 2008

VASQUES

(João Manuel Dores Vasques,12/3/1948,Vila Real de Santo António)
Extremo / Avançado

64/65-Lusitano V.R.S.A.--jun.
65/66-Lusitano V.R.S.A.--jun.
66/67-Lusitano V.R.S.A.--III
67/68-Lusitano V.R.S.A.--III
68/69-Lusitano V.R.S.A.--III
69/70-Lusitano V.R.S.A.--III
70/71-Atlético-----------II

71/72-Atlético-----------I
72/73-Atlético-----------I
73/74-Atlético-----------II
74/75-Atlético-----------I
75/76-Belenenses---------I
76/77-Belenenses---------I
77/78-Belenenses---------I
78/79-Belenenses-----
----I
79/80-Belenenses---------I
80/81-Farense------------II










































 




Vasques foi um médio ofensivo ou extremo
direito que começou por dar nas vistas no
clube da sua terra natal,Lusitano de V.R.S.A.,
na 3ªDivisão,e foi pelo seu valor e qualidade
que foi subindo de escalão,até chegar á
1ª Divisão,primeiro pelo Atlético,onde esteve
em duas subidas,e depois pelo histórico
Belenenses,onde em 5 temporadas mostrou todo
o seu valor e potencial,com exibições e
golos marcados que o levaram,inclusive,a receber
convites de clubes espanhóis.
João Vasques,filho de João Casimiro Vasques e
sobrinho de Luis Casimiro Vasques,também antigos
jogadores,voltou para o Algarve no final da sua
carreira,terminando como jogador no Farense e
trabalhando depois nas camadas jovens do "seu"
Lusitano de V.R.S.A.



A seguir um texto do "Baú Azul" do Blog do Belenenses

""João Vasques, iniciou-se no clube da sua terra natal, o Lusitano de Vila Real de Sto António. Despertou mais tarde a cobiça do Atlético, onde ingressou em 71-72 e onde realizou excelentes exibições até 74-75.
O Belenenses então treinado por Peres Bandeira reparou nas qualidades deste extremo direito e em 1975-76 passa a fazer parte do plantel azul.No nosso clube realiza jogos fantásticos, combina na perfeição com Sambinha, numa ala direita de luxo.
Na memória de todos que assistiram um 4-2 no Restelo ao Benfica, tendo Vasques apontado dois golos ou quando em 1978/79 aponta o tento da vitória(esse jogo podia ter terminado dois a zero mas o arbitro Inácio de Almeida, depois de ter apitado para penalty, sofreu pressão de jogadores do Benfica e voltou com a decisão atrás).
Nos torneios de verão em Espanha e que valeram vitórias no torneio de Santander e no de Córdoba, Vasques chegou a receber convites quer do Málaga quer do Saragoça que não se concretizaram.
Outro episódio histórico acontece em 1976, ao Belenenses calha na eliminatória da taça UEFA o Barcelona e depois de um injusto 2-2 no Restelo, uma eliminatória disputada palmo a palmo no Camp Nou, com um golo e soberba exibição de Vasques e com um falhanço incrível de Alfredo nos instantes finais que nos teria dado o apuramento.

Foi pois um grande jogador este “nosso” Vasques.""

Texto retirado do "Blog do Belenenses"







Vasques,o 2º em baixo,da esquerda,nos juniores do Lusitano

Vasques,o 2º em baixo,da esquerda,no inicio da 
carreira ainda no Lusitano







Vasques,o 2º em baixo,da esquerda,no seu primeiro ano 
na 1ª Divisão com o Atlético em 71/72
Vasques,o 2º em baixo da esquerda,capitão do Belenenses 
clube pelo qual alinhou em 116 partidas e marcou 
24 golos na 1ª Divisão






Vasques,em baixo,ao centro,no Farense no seu ultimo 
ano como jogador
João Vasques,depois de trabalhar nas camadas jovens 
do Lusitano durante a década de 80 ,foi treinador principal 
na parte final da época de 90/91,após a saida de 
Carlos Sério.Recorte retirado do "Jornal do Algarve"

1 comentário:

David Freitas disse...

Amigos,o Vasques é filho do João Casimiro Vasques,irmão do Luis Casimiro Vasques,todos de Vila Real de Santo Antonio,falta a referencia a isso