segunda-feira, 30 de março de 2009

JOSÉ NUGAS

(José dos Santos Nugas , Faro) 
Extremo-esquerdo / Médio / Defesa
1910-Farense
------------------------------*
21/22-Farense            Region.
22/23-Ginásio Olhanense  Region.
23/34-Ginásio Olhanense  Region.
24/25-Ginásio Olhanense  Region.
25/26-Ginásio Olhanense  Region.

* o Farense apenas disputou jogos amigáveis







José Nugas foi,juntamente com João
Gralho e outros,um dos fundadores do
Sporting Clube Farense em 1 de Abril

de 1910.

Muito jovem,tal como quase todos os 
outros fundadores,José Nugas integrou 
imediatamente a equipa principal do 
clube,alinhando em torneios e jogos  
amigáveis visto que o campeonato regional  
e a Associação de Futebol do Algarve  
ainda não existiam.Nesse período,Nugas
alinhou em partidas amigáveis por outras
equipas,como o Sporting C.Louletano
ou Vitória F.C.de Faro.  
José Nugas está nas equipas do Farense 
que disputaram e venceram os dois 
primeiros Campeonatos do Algarve,(1914/1915 
e 1917/1918)provas que apenas integraram  
clubes de Faro mas que contam como títulos 
oficiais do S.C.Farense.
José Nugas,com seu irmão Joaquim,integraram
a equipa do Farense que conquistou (com muita 
polémica) o Campeonato Regional em 1921/1922,
o primeiro organizado oficialmente pela 
Associação de Futebol do Algarve.
Em 1923,divergências no seio do Farense
fizeram com que José Nugas (e também o seu
irmão Joaquim e ainda Eduardo Ventura)
saíssem do clube de Faro para o Ginásio 
Olhanense,que oferecia melhores condições 
e foi nesse clube que José Nugas encerrou a 
a carreira de futebolista.
 



José Nugas no Farense em 1916


José Nugas,em baixo,á direita,no Farense em 1912


José Nugas titular no Farense em 1916
José Nugas,o 1º da esquerda,na fila do meio,no Farense
em 1920
Em 1920,José Nugas jogou também no Sporting Louletano
José Nugas no Farense em 1921/1922 com seu irmão Joaquim 
Nugas,que jogava a avançado

José Nugas após a sua saida do Farense
















Recorte de 1923 dando conta da saida de José Nugas do Farense 


 

 

 

Nugas como capitão do Ginásio Olhanense em 1922/1923
 

 

 


 

 

 

 

 

 

 

 

Dados e imagens da carreira de José Nugas
retiradas do livro "50 anos de história do
futebol em Faro"

quarta-feira, 25 de março de 2009

DOMINGOS LOPES

(Domingos António Lopes, 23/8/1912, Mina de São Domingos)
Extremo-esquerdo / Direito

28/29-Lusitano V.R.S.A.---reservas
29/30-Lusitano V.R.S.A.---Region.
30/31-Lusitano V.R.S.A.---Region.
31/32-Lusitano V.R.S.A.---Region.
32/33-Lusitano V.R.S.A.---Region.
33/34-Benfica-------------I
34/35-Benfica-------------I
35/36-Benfica-------------I
36/37-Benfica-------------I

37/38-Benfica-------------I
38/39-Lusitano V.R.S.A.---II
39/40-
40/41-
41/42-
42/43-
43/44-








 






























Domingos Lopes foi um extremo polivalente,
que jogava bem tanto á direita,como á
esquerda do ataque do Lusitano de V.R.S.A.,
clube onde se iniciou,apesar de ser natural
da Mina de S.Domingos.
Transferido para o Benfica,Domingos Lopes
fez parte da histórica equipa que venceu o
primeiro "Tri-Campeonato" para o clube de
Lisboa,titulos conquistados nas épocas de 
1935/36,1936/37 e 1937/38,com forte
participação do extremo alentejano.
Domingos Lopes precedeu a vários outros
jogadores que representaram o Lusitano,ou
naturais de Vila Real de Santo António,e
que depois alinharam no Benfica,como foi
o caso do campeão europeu Cavém,dos Guarda-
redes Rita e Rosa (estes,vilarealenses mas 
que nunca chegaram a alinhar no Lusitano),
do avançado Manero,de Manuel José e mais 
recentemente,Paulo Madeira.





Domingos Lopes em destaque no Benfica como 
extremo-direito na época de 1935/36
Domingos Lopes,em baixo,á esquerda,na sua primeira
época no Benfica-1933/34
Domingos(o 1º em baixo á esquerda)na equipa do Benfica 
do 1º Tricampeonato, 35/36,36/37 e 37/38.
Domingos Lopes em destaque no Benfica em 1934/35
na posição de extremo-direito
Domingos Lopes,á direita,no Lusitano de V.R.S.A. ao lado
de outra "velha glória",Rita dos Mártires.

MÓSCA

(António José Perdigão Mósca, 9/1/1953, Serpa)
Médio / Defesa-central

68/69-Sporting Cuba------ini.
69/70-Desportivo Beja----juv.
70/71-Desportivo Beja----juv.
71/72-Sporting Cuba------jun.
72/73-Sporting Cuba------jun.
73/74-Sporting Cuba------Dist.
74/75-Sporting Cuba------Dist.
75/76-Desportivo Beja----III
76/77-Desportivo Beja----III
77/78-Desportivo Beja----III
78/79-Desportivo Beja----III
79/80-Desportivo Beja----II
80/81-Desportivo Beja----II
81/82-Sporting Cuba------Dist.
82/83-Sporting Cuba------Dist.
83/84-Sporting Cuba------Dist.
84/85-Sporting Cuba------Dist.
85/86-Sporting Cuba------Dist.
86/87-Sporting Cuba------Dist.
87/88-Sporting Cuba------Dist.
88/89-Sporting Cuba------Dist.
89/90-Sporting Cuba------Dist.
90/91-Sporting Cuba------Dist.
91/92-Sporting Cuba------Dist.










 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
















Mósca foi um defesa de boa capacidade
de marcação que fez carreira em apenas
dois clubes:Sporting de Cuba e
Desportivo de Beja e em ambos deixou
a sua marca vincada.
No Sporting de Cuba,Mósca iniciou-se
no futebol e jogou até perto dos 40
anos,tendo assumido a dupla tarefa
de jogador/treinador na parte final
da sua carreira.
No Desportivo de Beja,onde atuou por
6 temporadas,Mósca esteve na equipa
que subiu á 2ª Divisão em 1978/79
na companhia de outros nomes históricos
do Desportivo como João Madeira,
Januário,João Rosa ou Caixinha.





Mósca,o 2º em baixo,da direita,nos júniores
do Sporting de Cuba








Mósca,em cima,á direita,no Sporting de Cuba em 1974
Mósca,o 2º em cima,da direita,no Desportivo de Beja 
em 78/79,na subida á 2º Divisão





 Excerto da biografia de Ildo retirada do livro
"Glórias do Passado" de José Saúde

quinta-feira, 19 de março de 2009

CAPITÃO-MOR

(Manuel Francisco Cambado Capitão-Mor, 17/10/1943,Santiago-Beja)
Avançado

60/61-Luso Barreiro---------jun.
61/62-Luso Barreiro---------jun.
62/63
-Luso Barreiro---------II
63/64-Luso Barreiro---------II
64/65-Luso B
arreiro---------II
65/66-Luso Barreiro---------II
66/67-Sporting Espinho------
II
67/68-CUF-------------------I
68/69-CUF-------------------I
69/70-CUF-------------------
I
70/71-CUF-------------------I
71/72-CUF-------------------I
72/73-CUF-------------------I
73/74-CUF-------------------
I
74/75
-CUF-------------------I
75/76-Paços Ferreira--------II
76/77-Paços Ferreira--------II

77/78-Paços Ferreira--------II











































Alentejano de Beja,Capitão-Mor cedo rumou
ao Barreiro e foi ai,no Luso,que começou
a sua carreira no futebol.
Após 4 épocas sempre a titular nos azuis
do Barreiro,Capitão-Mor ruma ao Sporting
de Espinho para alinhar uma época.
Em 1967/68,Capitão-Mor volta ao Barreiro
mas desta vez para jogar na C.U.F.,emblema
que formava fortes equipas que se batiam na 
1ªDivisão com os grandes clubes portugueses.
No clube-empresa do Barreiro,Capitão-Mor
foi um dos jogadores mais influentes e
importantes durante 8 temporadas,somando
155 jogos e 37 golos na 1ªDivisão nacional.
Após o excelente período nos "fabris" do
Barreiro,Capitão-Mor volta ao Norte para
terminar a carreira no Paços de Ferreira,
onde faz 3 épocas,exercendo também a dupla
função de jogador/treinador durante algum
tempo.







"Capitão-Mor tinha 22 anos quando, na época seguinte, se estreou no clube. 'Bem dita a hora porque passei de operário a empregado da CUF. O meu pai era soldador e passou a chefe. A minha mãe era empregada têxtil, andava com bata preta, e passou a pagadora.' Conta o ponta-de-lança - hoje com aos 65 anos e um filho no futebol do GD Fabril que promete ir longe - que pelo clube passaram muitas figuras também do Benfica como Ferreira Pinto, Mário João, Arsénio. 'Éramos fortes, estávamos sempre classificados em 5.º, 6.º lugar.'"

Retirado do site ARTBARREIRO









Capitão-Mor remantando á baliza do Barreirense em 1974

Capitão-Mor titular no Luso do Barreiro em
1963/64

Capitão-Mor,o 5º em baixo,da esquerda,na CUF em 1970/71

Capitão-Mor em destaque na CUF em 1967/68

Capitão-Mor na CUF
Capitão-Mor,o 3º em baixo,da esquerda,na CUF


Ficha de Capitão-Mor em 1968

quarta-feira, 18 de março de 2009

ATRACA

(João Eleuterio Luisa Atraca,10/7/1940,Faro)
Defesa

57/58-Farense------    --jun.
58/59-Louletano----    --III
59/60-Farense------    --II
60/61-Farense------    --II
61/62-F.C.Porto----    --I
62/63-F.C.Porto----    --I

63/64-F.C.Porto----    --I
64/65-F.C.Porto----    --I

65/66-F.C.Porto----    --I
66/67-F.C.Porto----    --I
67/68-F.C.Porto---    ---I
68/69-F.C.Porto---    ---
I
69/70-Farense-----    ---II
70/71-Farense------    --I
71/72-Farense------    --I
72/73-Farense------    --I

73/74-Odemirense---    --Dist.
74/75-Odemirense---    --III
75/76-Odemirense         III












 

















 



















Atraca foi um dos melhores defesas do
nosso Campeonato dos anos 60,que chegou
a ser convocado para a Seleção Nacional em
1965,quando estava ao serviço do F.C.Porto.

No clube nortenho,onde se manteve por 8
temporadas,nunca chegou a ser Campeão,apenas
conquistando a Taça de Portugal em 1967/68.
Natural de Faro,Atraca começou n
o Farense,
e,após
uma primeira época de sénior no Louletano,
regressa a Faro para se impor a titular ao 
lado de jogadores experientes e conceituados
como Reina,Ventura e o espanhol José Maria.
Atraca fez duas excelentes épocas no Farense
na 2ª Divisão (1959/60 e 1960/61)despertando
então a cobiça de clubes do primeiro escalão,
transferindo-se então para o F.C.Porto.
De volta ao Algarve e ao "seu" Farense em 1969/70,
Atraca esteve na primeira subida do S.C.F. á 1ª 
Divisão,juntamente com Torpes,José
António
,Manhita,Lampreia,Barão e outros jogadores
históricos farenses,para no final da época de
1972/73,sair do clube em conflito com o treinador
da altura,Manuel de
Oliveira.Na época seguinte
foi Campeão Distrital com o Odemirense,no cargo
de jogador/treinador.Mas,pouco tempo depois,
seria vitima de acident
e de viação que lhe seria
fatal numa altura em que o Odemirense seguia bem
classificado na 3ª Divisão Nacional,Série F.








Atraca autor de golo decisivo no Farense em 1960/1961

Atraca,á esquerda,em 1959/1960,com 19 anos,
no Farense ladeado por pelos jogadores
mais experientes,Porcel,Poeira e Reina.

Atraca a titular a médio-esquerdo no Farense na
época de 1960/1961

Atraca,o 2º em cima,da esquerda,no Farense em 1970/1971


Atraca,o 2º em cima,capitão do Farense

Atraca em destaque no jogo contra o Sporting na época
de 1970/1971
Atraca,o 1º em cima,no Farense em 1969/1970
Ficha de Atraca em 1968
Atraca,em cima,com a braçadeira
de capitão do Odemirense
Atraca na sua festa de homenagem no Farense
Atraca lembrado pelo Farense em 1994